Cesto de tapeçaria e feltro

cesta de feltro

Lembra de um bordado em lã que eu mostrei aqui há poucos dias? Pedi, inclusive, sugestões sobre o que fazer com ele – contando que não fosse pendurar na parede. Porque eu queria inventar algo diferente. Na minha cabeça o pensamento era nítido: “não quero um quadro”. Pois pensa daqui, lê as ideias das leitoras dali… Acabei fazendo um cesto que mistura a tapeçaria com o feltro e, ao mesmo tempo, mantém o bordado intacto, para quando eu mudar de ideia.

Continuar lendo

Macaco, naves espaciais, tecidos e uma antiga amizade

presente1

Falar de antiga amizade já denuncia a idade, né? Pois conheço minha amiga Eliege desde o início do 1º Grau, provavelmente desde a Pré-Escola, nem sei mais. Agora moramos a quatro horas de distância uma da outra, não nos falamos pessoalmente há um bom tempo, mas continuamos amigas. Só que antes de falar sobre os presentes que ela me mandou, preciso contar uma pequena história. E dizer que no final deste post tem uma foto do Enrico, o curioso, conferindo o macaco 😉

Continuar lendo

Sábado Craft

logo sabado craft

As fotos de hoje foram inspiradas, de alguma forma, no BananaCraft. E, justamente por isso, são muito especiais para mim. Porque eu adoro quando vejo o que as leitoras do blog fazem inspiradas nos meus posts ou quando mostro coisas que estão em sintonia com o que elas estão fazendo. Tenho certeza de que você também vai curtir ver as luminárias forradas da Ti e o ponto cruz da Dora 🙂

Continuar lendo

F de fofurices da Fabi

pingentes1

As fofurices da Fabi já são famosas aqui no meu craft room. Não só pelas kokeshis da minha coleção maravilhosa, mas também pelos outros presentes que, vira e mexe, eu recebo dela. Como eu prometi ontem, aqui vão mais fotos. Para começar, uma mini lata (bem pequenininha mesmo), recheada de mini pingentes e guizos coloridos. Se na imagem já parecem o máximo, você precisa ver ao vivo…

Continuar lendo

Novas kokeshis

kokeshi

Já faz quase um mês que a minha amiga Fabi Sehnem esteve aqui em Porto Alegre e no litoral do RS. Por uma sucessão de contratempos, acabamos não conseguindo nos encontrar, mas ela passou na casa da minha mãe para pegar um paneleiro de ferro e uns pinguins que herdou do meu antigo apartamento e me deixou uma sacola recheada de coisas fofas. Incluindo duas kokeshis novas. E só ontem eu consegui ir até lá buscar meus presentes.

Continuar lendo