Síndrome da falta de tempo

relogio reciclado

Faça um teste. Escolha umas três pessoas aleatoriamente e pergunte se elas estão com tempo sobrando esta semana. Provavelmente, todas vão dizer que não. Em época de epidemias globais, parece que a síndrome da falta de tempo é a que realmente está fazendo os maiores estragos. Para crafters, então, a coisa é ainda mais complicada.

relogio reciclado

Porque uma das características mais intrínsecas de tudo que é feito a mão é a necessidade de tempo para que seja feito. Costura, tricô, crochê, bordado… Tudo é demorado, precisa de dedicação, paciência, atenção. Coisas que a vida da gente nem sempre comporta. O que é uma pena, porque tem tanta crafter cheia de talento por aí, sem conseguir algumas horas vagas para dedicar às manualidades.

relogio reciclado
E tome colocar a culpa no tempo – ou na falta dele. Eu sempre achei muito chato alguém dizer que até teria feito tal coisa, “se tivesse tempo”. Porque dizer isso parece desculpa furada. Todo mundo vive sem tempo, sempre. Mas tem sempre aqueles que conseguem fazer as coisas, por mais atarefados que sejam. Então dizer que a culpa é do tempo nem sempre cola.

relogio reciclado

Porque vencer a preguiça, parar de perder tempo – olha ele de novo – com inutilidades e domar a procrastinação pode até não ser fácil, embora seja muito útil. Ao invés de ficar vendo tv à toa, que tal fazer crochê? Ao invés de dormir mais cedo, que tal ler mais um pouco daquele livro ótimo? Ao invés de ficar horas no Facebook, que tal começar aquele bordado que está esperando por você há meses?

relogio reciclado

É tudo uma questão de prioridades, como eu sempre digo. O tempo é sempre menor do que a gente gostaria. Fato. Como a gente usa o nosso tempo é que faz toda a diferença. E é o que separa crafters produtivas de todo o resto. Agora, que tal reaproveitar o seu tempo? Ideias para reaproveitar objetos e transformar em relógios já tem várias, nas fotos que ilustram este post 😉

 

Para saber mais:

Relógio vitrola

Relógio prato

Relógio de papel enrolado

Relógio com talheres

Relógio com tampas

16 comentários sobre “Síndrome da falta de tempo

  1. Amei o texto, simples e muito verdadeiro. E vc sabe que não só as “arteiras” que não tem tempo, e a nossa família? Moro longe da minha, bem longe…rs….2000 km de distância e, por exemplo, quando meu marido está próximo dos pais por motivo de viagem a trabalho e voltamos para nossa terra, SP, eles não encontraram uma horinha que seja, durante essa semana para visitá-lo, pode? Eu acredito que além da falta de tempo, que para mim, é desculpa, tb estamos perdendo os valores. Bjos e obrigada por compartilhar textos maravilhosos e que acrescentam no nosso dia-a-dia. Bom final de semana!

    Curtir

  2. Bom dia, Dani.
    Realmente, pra nós donas de casa e crafters, falta tempo viu? Ou então mais dois braços… rsrs…
    Confesso que eu não administro bem o meu tempo. Durmo e acordo muito tarde, costuro nas horas mais inadequadas, e agora com meu curso de costura parece que meu tempo tá mais escasso ainda. Contudo, quando eu quero testar um molde ou fazer uma coisa nova, largo tudo e não desgrudo da máquina.
    Adorei todas as imagens mostradas de relogio, mas amei a simplicidade do prato. 🙂
    Beijo pra vc!

    Curtir

  3. Nossa Dani estou com mesmo problema, acabei de me casar, mudei, uma casa grnade, muita coisa p limpar, trabalhar fora e ainda sou artesã, nossa como é dificil 😦 estou passando uma barra mas acredito que quando eu aprender tudo, vai tudo se encaixar ou assim espero hehehe!
    Bjks e um ótimo final de semana =D

    Curtir

  4. Dani, que coisa incrível esse post… sabe que ando repensando minha vida crafter? Tenho refletido muito sobre aposentar meus biscuits, pois tem se tornado uma tarefa cansativa para mim, sem contar que consome todo meu “tempo” disponível, não me sobrando nada para o crochê, que amo, e para a costura, que quero aprender…
    Tenho um emprego formal, trabalho 8h/dia, então a noite é quando faço minhas “Artes”… realmente, estou revendo as prioridades.
    Adorei o relógio dos talheres!
    bjins e bom final de semana!

    Curtir

  5. Eu vivo reclamando da falta de tempo e quando tenho tempo não aproveito bem e ainda fico ansiosa. Quero fazer mil coisas e adivinha? Não faço nada ou começo e não termino!!!!
    Muitas vezes tb, acabo perdendo meu tempo com coisas bobas “facebook” !
    Vou lembrar do post nestas horas, adorei!
    Beijos!

    Curtir

  6. Durante a semana nem pensar, é sair às sete e retornar ás 20, é só o tempo de preparar o dia de amanhã. Final de semana tem a feira, o mercado, os filhos, a roupa que se acumulou e até o guarda roupa q está estufado, a visita à mamãe ou algum amigo. Para se fazer qualquer coisa diferente será sempre em detrimento de outra!
    Saudade imensa do tempo em q eu sentava na soleira da porta da casa de minha avó e mordiscando uma goiaba ficava pensando, que chatice! esse tempo não passa!
    Pois é, e viva o tempo, mas vamos sim, arrumar um tempo!
    beijos, uma excelente noite

    Curtir

  7. Olha Dani, adorei as considerações que fizeste sobre o tempo, ele é danado de ligeiro e a gente tem que sempre estar correndo atrás dele!11É uma questão de escolha, eleger algo e renunciar a outro…
    As vezes penso que não conseguirei fazer tudo que quero porque a vida é breve, então vou elegendo e dando prioridades…
    Grande beijo,
    jud-artes.

    Curtir

  8. Sabe que esse é um tema em que penso muito, mas não o suficiente para atrapalhar meu tempo hehehe Penso principalmente quando não estou fazendo algo que me agrade e aí fico pensando em quantas coisas boas poderia estar fazendo! Acho que o tempo só passa depressa quando queremos fazer e aprender muitas coisas e acho que isso é bom! Já precisei ficar parada por horas e vi que o tempo não passava nunca e isso sim é muito triste!!

    Por outro lado escuto muito as pessoas dizerem que não sabem como consigo trabalhar, cuidar da familia e ainda fazer meus crafts. Mas essas são as pessoas que trabalham durante o dia e a noite … nada!

    Tem também o caso de uma vizinha que não trabalha fora nem faz nenhum trabalho manual, mas lava a calçada em frente a casa todos os dias, corta a grama toda a semana e fica arrancando matinhos na beira da rua… ela é feliz assim, mas já avisei para me levarem rápido para um médico no primeiro dia em que eu fizer isso !!!

    Curtir

  9. Linda,amei seu texto.
    Vou comparrtilhá-lo também,todos precisam repensar suas prioridade.
    Dia 19 de março, fui convidada a levar a Palavra de Deus em uma outra igreja, e foi justamente sobre isso que o Senhor falou.
    E a pergunta foi: Somos servas ou cumpridoras de tarefas?
    Beijos

    Curtir

  10. Gostei, pois este texto foi uma bela puxada de orelha em mim. Pois depois q parei de vez de trabalhar (não tinha te contado né?) estou administrando muito mal o meu tempo. Foi bom ler isso! Um bjo.

    Curtir

  11. O texto ficou perfeito e o tema é tão abrangente, todo mundo se encaixa de uma forma ou outra, visto a quantidade de comentários..
    Eu amo artesanato e tenho certeza absoluta que não aproveito bem o meu tempo..
    Uma das coisas que mais me fazem “perder tempo” é ficar navegando, vou saltitando de um site a outro.. tanta coisa linda, desligo o computador super inspirada, mas ai.. o tempo acabou…

    Curtir

  12. acho que o que piora a situação não é a falta de tempo é o excesso de coisas que se quer fazer. Por exemplo, o problema não é encontrar tempo para leu um livro e sim para ler os 7 livros que tem para ler. Não é falta de tempo de pregar um botão e sim de fazer trocentas peças de roupas desejadas.
    E quanto mais coisa a gente faz mas sente necessidade de fazer mais, aumentar a produção, expandir conhecimentos. Para que ficar só em um livro com uma biblioteca disponível?

    Eu sou assim: sei que tenho tempo o bastante,o problema é que eu tenho necessidade de fazer muito mais coisas, simplesmente pela sede de coisas novas, de novas ideias, e extremo medo da estagnação.

    Jessica

    Curtir

  13. Adorei o texto!!! É bem assim, vivemos dizendo que não temos tempo, quando na verdade desperdiçamos o nosso tempo com coisas não tão necessárias. Eu estou limitando meu tempo no facebook, chegava a ficar duas hora conectada vendo as atualizações do amigos e depois era aquela correria para colocar os afazeres em dia.
    Agora dou uma espiadinha e vou fazer as minhas atividades primeiro (deixo o facebook desconectado e quando dá deixo o computador desligado), depois que estou com tudo pronto entro no face, mas fico na máximo 20 minutos. Parece que meu tempo tá aumentando, mas na verdade o tempo é o mesmo, só melhor aproveitado.

    Abraços!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s