Para gostar de escrever

maquina de escrever vintage

Sempre que alguém me pergunta como eu consigo manter 12 blogs ao mesmo tempo, uma ideia vem à minha cabeça: é preciso gostar de escrever. Se você gosta, já tem metade do caminho feito. Porque, não se engane, escrever na internet não tem muita diferença de escrever numa redação dos tempos do colégio, uma carta para a sua avó (alguém ainda faz isso?) ou um e-mail para uma amiga que mora fora.

maquina de escrever vintage

Quem gosta de escrever, escreve e pronto. Não interessa muito se é para um leitor desconhecido de um blog com muitos acessos. Ou se para leitor nenhum em um blog que recém está começando. E eu falo isso com conhecimento de causa, porque já escrevi nas duas situações. Há cinco anos, quando comecei o BananaCraft, os primeiros posts não eram lidos por ninguém no momento em que iam sendo publicados. Foi preciso um bom tempo até que as coisas mudassem.

maquina de escrever vintage

Desanimador? Nem um pouco, na verdade. Porque, quando a gente gosta de escrever, escreve por gostar, entende? Não precisa de um estímulo extra. Só o fato de sentar e colocar o pensamento no papel – ou na dupla tecado-tela – já é o bastante. Para mim, pelo menos, sempre foi. Desde os tempos do colégio, quando eu escrevia em cadernos e bloquinhos e só eu mesma lia. Desde os tempos da faculdade, quando no início eu tinha que usar máquina de escrever e só meus professores e colegas liam. Desde o meu primeiro blog, que não existe mais e que teve pouquíssimos leitores no seu curto período de vida.

maquina de escrever vintage

Agora, quando eu venho escrever, sei que um monte de gente vai ler. Não vou dizer que não faz diferença, porque faz, claro que faz. Sabendo que muitas pessoas vão ler, a gente sente uma certa pressão por fazer bem feito, por se esforçar mais, por ter periodicidade e tudo mais. Fica um pouco mais difícil. Mas continua sendo o mesmo escrever de sempre, aquele ato gostoso e bacana que sempre foi, desde o início.

 

Para saber mais:

Lá no Meu Pequeno Apartamento eu conto a história da minha Olivetti Lettera 82 que aparece aí nas fotos

Um site para chamar de seu

Como montar um site profissional para vender produtos

Como divulgar seu trabalho artesanal

Como fazer um anúncio eficiente – Parte I: Decidindo o que colocar no seu anúncio

Como fazer um anúncio eficiente – Parte II: Fotografia

Como fazer um anúncio eficiente – Parte III: Tratamento de Imagens

Como fazer um anúncio eficiente – Parte IV: Escolhendo o programa certo

Como fazer um anúncio eficiente – Parte V: Compactando arquivos

11 comentários sobre “Para gostar de escrever

  1. Oi Dani,
    Também gosto de escrever, mas acho dificil manter 12 blogs, eu não conseguiria!!
    E te parabenizo por esta habilidade!!!!E sabe de uma coisa? Eu tenho uma máquina de escrever igualzinha a tua (verde) onde datilografava os trabalhos da faculdade, que aliás precisa de uma manutenção…
    Beijos querida,
    jud-artes.

    Curtir

    • Não é fácil mesmo, Judite. Ainda mais porque eu tenho um menininho que precisa de atenção. Mas acho que o segredo é ir levando, sem stress.
      Que legal que você também tem uma Olivetti portátil. A minha está sem uso há muito tempo, mas tenho um carinho grande por ela, principalmente porque trás boas lembranças. Além de ser linda, na minha opinião.
      Beijo grande para você!

      Curtir

  2. Oi Daniele!
    Admiro seu entusiasmo em escrever!
    Mas é bem assim, quando gostamos de fazer algo e conseguimos colocar em prática, é uma satisfação muito grande!
    Parabéns por fazer o que gostas e ainda compartilhar conosco!
    Beijos

    Curtir

  3. Exatamente Daniele, é aquele amor, são idéias e ideais que vão se unindo e cintilando em nossa inspiração, muitas vezes depois de colocadas no papel (hoje também na dupla “teclado-tela”) a gente nem acredita que conseguimos passar com vida, tudo o que estava no nosso coração.
    E acredite, você não mantém doze blogs, mas sim, doze corações pulsando…
    Sobre a Olivetti portátil, entendo muito bem esse carinho…. eu na última mudança tive que me desapegar de muitas coisas que eu amava, mas a Olivetti portátil continua comigo….como desfazer dessa máquina que fez brilhar tantas letrinhas mágicas?
    Fique bem Daniele! Continue assim, levando, sem stress… com certeza desse modo o seu menininho estará muito bem ao teu lado. E como diz o meu filho (hoje já com 30 anos) “Mãe, desde que abri os olhos eu vejo você escrevendo”… e ele também gosta muito de “letrinhas” rsrs
    Abraço de Luz Amada!

    Curtir

    • Talvez eu tenha que me desfazer da minha ainda este ano, Carmen. Mas não estou triste com isso, porque é por uma boa causa e também porque a melhor parte – que são as boas lembranças – vão ficar comigo para sempre.
      Beijos e obrigada pelo seu carinho!

      Curtir

  4. Dani, sempre gostei de escrever também. Tinha diários e agendas na minha época, e eu gostava de ler e reler várias vezes! Sinto saudades de lembrar =)
    Agora eu fiz um blog também, eu escrevo e posto fotos e fico mega feliz quando alguém comenta, mas, se ninguém ver, eu fico feliz também, porque aquilo que escrevi, pelo simples fato de escrever, já me deu satisfação!
    Adorei esse texto, nostalgia e inspiração pra mim!

    Bjo

    Curtir

    • Fui lá visitar o seu blog e me impressionei com a coincidência de ter bordado um quadro de borboleta igual ao seu. Pelo menos a minha memória me diz que é igual. Concordo com você: só o simples fato de escrever já basta.
      Beijos!

      Curtir

  5. Oi Dani
    Muito bacana teu texto. Não sou muito boa com as palavras, muito ao contrário de você que parece que nasceu para explanar suas ideias e escreve muitíssimo bem.
    Amei ver a sua Olivetti. Eu tenho uma com teclas pretas. Usei tanto a bichinha fazendo trabalhos escolares. Tá com a fita velha, as palavras saem bem fraquinhas. Dá saudade!
    Muitas pessoas escrevem para os outros e só pensam em quantos seguidores terão. Não te vejo assim, você escreve com paixão, e ao contrário de muitos que só pensam em si e seus blogs você ainda divulga os outros blogs e trabalhos maravilhosos de cada um. Isso é um dom!
    Sobre ter 12 blogs… acho quase impossível eu, ter um dia essa quantidade de blogs, sou muito desorganizada com meu tempo, por isso PARABÉNS! eu jamais conseguiria essa proeza.
    Bjos
    ?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s