A cara do Natal inglês


cathkidston1

Se eu tivesse que escolher uma única coisa para definir o Natal inglês, não teria dúvidas: o famoso jumper de Natal. Mas, verdade seja dita, a moda natalina vai muito além dos tradicionais suéters de Natal – alguns horrorosos, outros fofos. A foto acima, do site Cath Kidston, diz muito sobre o Natal daqui. Lareira, pijama (com estampa temática, claro!), chá a qualquer hora do dia, decoração clássica para mostrar que Papai Noel está chegando e presentes, muitos presentes.

 

Praticamente todo mundo aqui tem um jumper de Natal. Ou uma camiseta. Ou um vestido. Ou um gorro. Ou luvas. Ou tudo isso ao mesmo tempo. Todas as grandes lojas têm uma seção temática e você pode escolher entre peças fofas, engraçadas ou até de personagens. Eu comprei um pijama dos Minions para o meu filho, por exemplo. A calça é toda estampada com Minions usando gorro de Papai Noel e a camiseta tem um Minion dizendo “Querido Papai Noel, eu posso explicar…”. Para o meu marido, eu comprei uma gravata do Homer Simpsons com uma árvore de Natal e uma camiseta do Grinch. Eu tenho um suéter amado do ano passado, com um robin (um passarinho clássico do frio inglês) fofo e este ano vou usá-lo de novo, porque continuo achando que ele é imbatível. Não fotografei nenhuma das nossas roupas, mas fiz uma seleção de peças bacanas que vi nas lojas por aqui:
cathkidston2
cathkidston3 cathkidston4 cathkidston5

Todas as fotos acima são do site Cath Kidston. Suéter de pinguins, jumper de carrossel (outro clássico do Natal: feiras natalinas com banquinhas de comida e crafts e parquinho de diversão), pijama curto com Papai Noel e shorts floreados (porque aqui as casas são bem aquecidas e mesmo fazendo frio lá fora, dentro é quentinho) e calça de pijama de Christmas fair – minha favorita, diga-se de passagem.

 

littlehelperbird

As roupas de criança da loja Marks & Spencer são sempre fofas. E o melhor de tudo é que o tamanho 13-14 me serve perfeitamente. Então, sim, eu compro roupas lá e, sim, eu usaria essa camiseta de robin feliz da vida.

 

ms

O jumper de Nutcrackers me conquistou quando vi na loja. Mas não, eu não consigo comprar roupas na seção masculina para mim, porque mesmo o extra small é grande demais para mim 😦

festive

Aqui uma ideia handmade que eu vi no Pinterest e que traduz um muito da tradição-tendência de usar roupas especiais nesta época do ano. Tem um monte de crafters que customizam suas próprias peças e às vezes eu vejo coisas muito legais sendo usadas pelas ruas.

plymouth

O que não quer dizer que a maioria das pessoas não prefere simplesmente escolher algo numa das grandes redes de roupas e desfilar o modelito feliz da vida. Como comprova a foto acima, de vendedores de uma das lojas do shopping aqui perto de casa. Essa cena ilustra perfeitamente o que você vê todo dia por aqui. Nas lojas, nos supermercados, nas ruas, nos escritórios e até nas escolas. Embora as crianças tenham que usar uniforme na grande maioria das escolas, pelo menos um dia de dezembro eles vão fantasiados ou com jumpers de Natal. E a escola escolhe uma instituição de caridade para ajudar. Cada criança doa uma libra (uma espécie de pagamento por estar indo sem uniforme naquele dia) e a escola doa todo o dinheiro arrecadado para a instituição escolhida.

Além disso, na noite de Natal, um centro religioso que reúne todas as religiões cristãs da cidade oferece uma ceia de Natal para pessoas que não têm casa e vivem em abrigos públicos. A escola do meu filho, este ano, decidiu pedir que as famílias que quiserem ajudar, podem encher uma caixa de sapatos com chocolate, escova de cabelo, escova e pasta de dente, um livro, um cachecol e artigos do gênero, para ser oferecida no dia de Natal. Eu já fiz a nossa e incluí um cartão de Natal para este desconhecido.

Porque a segunda coisa que define o Natal inglês são os cartões. Mas aí já é assunto para outro post 😉 Para finalizar este aqui, eu preciso dizer que o Natal aqui é sinônimo de muito consumo. Muito. Se você só está acostumado com o Natal no Brasil, não tem ideia do que é o consumo por aqui no final do ano. As pessoas começam a comprar presentes em outubro! A cunhada da minha cabelereira, por exemplo, gastou quase 6 mil reais em presentes para o filho de 3 anos (minha cabelereira gastou 1.800 reais comprando presentes para o filho de 5 anos dela, para você ter um exemplo concreto). Só que o Natal aqui também é sinônimo de muita doação para caridade, de passar tempo com a família e de cultivar antigas tradições.

 

Para saber mais:

Cath Kidston

Marks and Spencer

Pinterest

Um comentário sobre “A cara do Natal inglês

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s